SINDAERJ PARTICIPA DO 60º ENCONTRO NACIONAL DE DETRANS NA PARAÍBA

SINDAERJ PARTICIPA DO 60º ENCONTRO NACIONAL DE DETRANS NA PARAÍBA

A Associação Nacional dos DETRANs – AND realizou o 60º Encontro Nacional dos DETRANs nos dias 14, 15 e 16 de março, em João Pessoa – PB.

Em parceria com a AND, o Fórum dos Conselhos Estaduais de Trânsito (FOCOTRAN), a Federação Nacional das Autoescolas (FENEAUTO) e Sindicatos das Autoescolas dos Estados, representando os Centros de Formação de Condutores do Brasil, também realizaram reuniões abordando temas relevantes de trânsito.

O presidente das Autoescolas do Rio de Janeiro, Irwing Araújo, e o Primeiro Conselheiro, Samuel Martins, estiveram presentes no Encontro, participando das reuniões com presidentes de outros sindicatos e buscando dados sobre como se dá a formação do condutor em outros Estados. Ressaltaram, ainda, a conveniência de que essa formação fosse uniforme, seguindo iguais parâmetros em todos os Estados da Federação.

A iniciativa da AND tem como foco promover a troca de experiências entre os DETRANs por meio de debates direcionados a qualificar e empregar uma fiscalização de trânsito humanizada, além de propor novas perspectivas de conscientização por meio da educação de trânsito.

A legislação de trânsito tem passado por mudanças importantes. A CNH Digital, a nova padronização das placas, a resolução 726/2018 que altera o processo de Formação de Condutores, e foi revogada no último sabado (dia 17/03) entre outros normativos do CONTRAN (Conselho Nacional de Trânsito) foram objeto de debates. O objetivo é encontrar meios ágeis e qualificados de aplicabilidade prática.

Pedidos de sindicatos de todo Brasil

Magnelson, presidente do Sindicato de São Paulo, fez a abertura da reunião com a apresentação da Resolução 726/18. Em seguida, pediu ao presidente do DENATRAN que a resolução 730/18 não jogue ao chão os CFCs do Brasil: “É preciso rever essas Resoluções e não deixar os CFCs de fora, como exemplo a Resolução 730/18, que fala do ensino EAD”.

Já Edson, Presidente do sindicado do Rio Grande do Sul, sugeriu a alteração da quantidade de aulas teóricas de 45 para 70, argumentando que, na discussão da Câmara Temática, foi acordado o conteúdo programático da formação do condutor que é extenso, e que, com 45 horas, não é possível aplicar esse conteúdo. Pediu ao presidente do CONTRAN que revisasse esta questão da quantidade das aulas teóricas na formação do condutor.

Dr. Agamenon, Presidente do DETRAN da Paraíba, falou sobre a formação do condutor de forma geral, informou que seu Estado já está na frente dos outros. “Já temos nos CFCs da Paraíba o controle biometria, telemetria e simulador. O objetivo do CONTRAN é criar um regra única para aquisição da CNH em todo o Brasil”, afirmou ele.

Em discussão entre os presidentes de sindicatos, também foi sugerido que os cursos de reciclagem e de renovação da CNH sigam o seguinte formato: por EAD, com realização de prova presencial, ou no CFC, sem aplicação de prova.

Justino, Presidente da FENEAUTO, pediu ao Dr. Maurício Alves, Presidente do Denatran, tempo para implementar a Resolução 726/18 nos DETRANs de todo o Brasil. Foi feita uma votação e todos os presidentes dos sindicatos do Brasil concordaram.

Dr. Mauricio Alves falou sobre a parceria do CONTRAN com a FENEAUTO e os Sindicatos de todo País e que as portas do CONTRAN estão abertas: “Vamos discutir todos assuntos, vamos ouvir os CFCs do Brasil”. Solicitou que a Federação enviasse as sugestões de alteração da nova Resolução e sua aplicação.

A FENEAUTO vai agendar uma reunião com o presidente Maurício Alves.